Exigência ou solidão?

Publicado: agosto 22, 2010 em Uncategorized

O telefone toca com mensagens esquisitas.
As vezes, os amigos, surgem com fofocas inéditas
E as vezes a doença me pega.
Mas passo cem vezes pela solidão
A imagem do homem de laranja,
entregando uma nota de cinquenta
Tão comum cena, que sumiu depois de anos.
O garoto me dá um prazo, e diz não mentir
O próprio “não mentir” é uma mentira mal contada
Aquela se arrependeu do que fez
E pediu desculpas. Desculpas aceitas
Espero sua exigência.
Minhas utopias, cada vez mais longe,
minha tristeza já arranjou uma casa aqui dentro
parece nunca sair.
E todos pedem.
O telefone toca mensagens esquisitas
Ou a rotina diária.
Eu quem pego aquele maldito telefone
Se não pego, mofo em casa.
Meu relógio ficou doido,
e o desejo de solidão cada vez mais aparente
Olhos maldosos por cima de quartos escuros
nada veem.
E eu me indago
Exigência ou solidão?
Solidão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s