Cores.

Publicado: julho 31, 2011 em Uncategorized

 

Então deixa assim, fica desse jeito desajeitado, bagunçado e preto e branco. Fica assim, nessa pose, nesse infinito, nesse círculo de sonhos que fazem sombras na parede. Deixa desenhar teu contorno, soar a música que lhe decorar os ouvidos, deixe assim, fique assim, nem que doa um pouco. Não se pinte com as cores que os outros te pintam. E não force os joelhos com teimosia. Esse sorriso amarelo, deixa-lo rir quando não puder rir apenas com as paredes internas da alma. E as palavras, não lance-as inuteis. E se parecer bege diante da multidão, não procure mudar de cor.
Porque essa cor, é a cor que tens, é assim pastel, mas é toda a força que conseguiu colorir tua alma ao longo de todos esses anos.

(Samira Assis)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s