Reveses

Publicado: outubro 10, 2011 em Uncategorized

Um dia acordei querendo viver, passando do estado de sobrevivência. Acordei olhando para um céu morno que despencava da janela como num dia qualquer da semana. Lembrei de um poeta que conheci que em um de seus poemas que me dedicou, disse: “Fique Samira, não vá sumir nos reveses dessa vida!”

Eu fiquei. Sinto como ingratidão dizer que a própria vida é um revés, se descanso nesse sofá estofado.
Sinto que da sorte, tive muita, de escapar por um triz de morrer de tristeza. Ninguém morre assim, triste. Pior ainda: vive!
E quando vê lá estamos parados questionando sobre a felicidade, reclamando da vida, querendo o improvável. Enquanto nós temos o “mundo improvável” de alguém.
E fiquei proferindo aquela frase “não vá sumir nos reveses dessa vida!” e tentei traduzir o que seriam esses reveses. Pensei no cotidiano, na monotonia, nos padrões impostos pela sociedade.

E de vez em quando estamos lá franzindo o cenho, pensando na felicidade que não vimos, nas coisas que não tivemos, nos amores que desvanesceram. Naquilo que escapou de nossos dedos. Somos tão imbecis ao ponto de ouvir o tic-tac do relógio, ver as folhas do calendário irem pro lixo e achar que ainda tem tempo de sobra.

E é muito fácil escrever sobre isso. É muito fácil dizer que o relógio está batendo e o seu tempo passando. Dificil é nos dar um tapa nas costas e dizer: Vai em frente! Desprender-se da rotina e dos reveses da vida, levantar de seu sofá estofado, levar um tapa na cara e correr atrás do improvável.
Dificil é correr atrás do que não se sabe. Do que não se tem. Do perigoso.
Mas é do perigo que se parte a sensação de viver e não de apenas sobreviver.
E da mudança cabe em nós, apenas, sem a necessidade de saber se estão notando a diferença ou não.
Cabe em nós o nosso próprio sentido de felicidade.

E hoje acordei querendo mais da vida. Acordei com o relógio fazendo a contagem regressiva.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s